Terça-feira, 28 de Outubro de 2008
UM SORRISO NA CAIXA DE CORREIO...

Na Caixa de Correio, inacessível

Por obra seja lá de quem o for,

Reside o que p`ra mim tem mas valor:

A vossa opinião, meu combustível...

 

Na Caixa de Correio é bem possível

Estar alguém que me escreva com calor...

Alguém que entenda todo o estranho ardor

Que assim me torna incauta e previsível,

 

Pois tê-la inacessível é pior

Do que perder na vida um grande amor!

Isto até vos parece inconcebível

 

E, no entanto, eu dei o meu melhor...

Mas aposto no riso e não na dor!

É a rir que ultrapasso este impossível!

 

 

Porque hoje parece ser dia do Soneto-Brincalhão...

 

Imagem retirada da internet

 

 


I mumble because I feel:

publicado por poetaporkedeusker às 21:49
link do post | mumble too! | How we mumbled:
|

8 comentários:
De linhaseletras a 28 de Outubro de 2008 às 22:45
Realmente há dias assim, mas o melhor mesmo é levar a coisa a brincar, porque tudo há-de ter uma solução.
Boa Noite e que tudo se resolva da melhor maneira possível


De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2008 às 23:08
Olá, minha amiga. Não é um dia! Há mais de 48 horas que ando por aí, à procura dos vossos comentários, sem conseguir entrar na cx de correio... lá se vai o meu plafond de dois Gigas, da banda larga. Na. Aqui há "gato".... e, desta vez, não é o Spirit. Olhe, o que me vai valendo é este sentido de humor. Sinceramente, quando penso no que me anda a acontecer de há dois dias para cá, até me dá vontade de rir. É que isto é mesmio impensável! Ou a internet ainda está na pré-história ou .. ou... o melhor é ir rindo!
Abraço e uma excelente noite.


De Fisga a 29 de Outubro de 2008 às 16:22
Olá amiga João. Mais uma vez me surpreendes, com as tuas criações originais, e com conteúdos de peso, lá foi mais esta para a minha colecção. Tenho todos os motivos, para guardar estas relíquias no meu blog. Por penso que tu sejas um amor de pessoa, mas tenho a certeza que és um amor de poeta. Obrigado por seres assim. Um abraço Eduardo.


De poetaporkedeusker a 29 de Outubro de 2008 às 23:41
Olha, amigo, há diasem que eu já nem sei se sou pessoa, seou cão, se sou gato ou pombo... mas poeta sou, de certeza!
Abraço grande!


De Fisga a 30 de Outubro de 2008 às 17:59
Ó Amiga João: Só eu para me fazeres rir com as tuas observações. Então tu já não sabes se tens duas ou quatro pernas? Olhas estou a escrever e a rir-me. Mas não é com maldade, são tão caricatas, estas comparações que nós fazemos de nós próprios, mas engraçadas ao mesmo tempo. Tu tens que ter paciência de jó para dares conta desse exército. Um abraço duardo.


De poetaporkedeusker a 30 de Outubro de 2008 às 22:55
Olha que às vezes já não sei mesmo quantas pernas tenho. Mas sei que só tenho dois braços porque me faziam falta mais alguns... tipo polvo... depois lavava a loiça enquanto tratava dos pombos, limpava as retretes dos gatos, escovava os cães e fazia sonetos... que tal?
O melhor (para mim) que se vai levando desta vida, são mesmo estas caricatas comparações que fazemos de nós mesmos. Quanto à paciência... pois bem, tenho-a. Paciência, criatividade e teimosia, nunca me faltaram quando eu acredito numa causa, por pequenina que seja. o que me vai faltando é saúde, resistência física e otal vil-metal.
Abraço.


De Fisga a 31 de Outubro de 2008 às 17:13
Olá Amiga: Sem dúvida alguma, amiga é um dos melhores caminhos para sermos, felizes. Para mim dar algo é tão ou mais importante do que receber, eu sei que pode parecer estranho, mas acredita que é real. O meu primeiro e maior prazer, é saber que dou prazer. A minha maior riqueza é saber que posso contribuir para a riqueza de alguém. A minha maior felicidade é saber que faço alguém feliz. Mas amiga este dom não o tem quem quer, e quem o tem não deixa de o ter, só por que não gosta de o ter. Amiga um beijo e um bom Fim de semana. Eduardo.


De poetaporkedeusker a 31 de Outubro de 2008 às 23:23
Sabes, eduardo, eu penso que é assim com todos os dons. Quem não cumpre os seus dons, está a desperdiçar sua felicidade, a sufocá-la. E quem os cumpre, sempre vai arranjando maneira de ser feliz, por muito pouco que tenha. Haverá dias menos bons. Há sempre dias menos bons. Mas são poucos.
abraço.
PS- estou outra vez sem caixa de correio...


Comentar post

See how I mumble...
Look for mumbles
 
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


My last mumbles...

TODOS NÓS, SERES DE DIREI...

MARCHA PELOS DIREITOS DOS...

BLOG EM GREVE

COMUNICADO DA ASSOCIAÇÃO ...

BASE DE DADOS DE APOIO AO...

TOURADAS NA TELEVISÃO? NÃ...

CORDÃO HUMANO CONTRA AS T...

LANÇAMENTO DO LIVRO "PEQU...

MARCHA ANIMAL - 14 de Abr...

GREVE GERAL!

every single mumble

Junho 2013

Abril 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Abril 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Those who make me mumble

CONVERSANDO COM MARIA DA ...

É a arte, solidão?

SO(LAS)

“A Linha de Cascais Está ...

CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

Our story in 2 minutes

«A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

Novidades a 13 de Dezembr...

LIMPAR PORTUGAL

Ler dos outros... (cróni...

links
why I mumble
MUMBLE MAKERS
S.O.S. Tigres em extinção!
MUMBLES
Whenever it might be needed!
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds