Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mumbles

mumbles

Não. Não é por estar "zangada" com a caixa de correio, nem por ter sido vítima da minha própria palermice. Um blog é um blog e ninguém é obrigado a retratar-se nele. Também é um espaço de ficção e um meio pivivilegiado de exercitar os dotes histriónicos de cada um. Essa é capaz de ser uma das grandes "revoluções" da literatura que, mais tarde, virá a caracterizar historicamente a "Era dos Blogs". Tudo isso eu tenho vindo a aprender - lentamente, é certo - nestes últimos 8 meses.

Acreditem ou não eu tenho dificuldades económicas reais, com as quais me habituei a conviver diariamente, de uma forma que eu diria "invejável". Dificuldades financeiras que serão, muito provavelmente, inimagináveis por muitos dos poucos que acabarem por ler este post.

Pois é! Uma pessoa que está na miséria não tem mesmo banda larga!

Ou tem-na enquanto puder "roubar" o seu pagamento à única refeição que faz por dia... o pior é que nem sempre as bandas largas se mantêm no preçozinho que era necessário "roubar" à tal refeiçãozita.

Penso ter sido vítima de uma pirataria qualquer, pois durante o mês de Julho vi a minha conta aumentar de 29.90€ *com Iva e tudo... para oitenta e muitos euros. Esperneei, estrebuchei, fiz um telefonema para a TMN garantindo que nao pagaria despesas feitas por piratas e, passados uns tempos a conta la baixou para os 56€ e uns pozinhos...

apareceu/me, h]a dias, o pr]e aviso de corte... apareceu e h]a/de por c]a ficar, porque eu N\AO vou mesmo aceitar ajuda de mais ningu]em, embora esteja muit]issimo grata a todos os que contribuiram para a compra do 2008.

E como este post, }a semelhan;a de todos os outros, est]a a ser escrito em directo, algu]em me pode explicar o que est]a a acontecer com as aspas, os acentos e os cs cedilhados_ olhem, com o ponto de interroga;\ao e com o til tamb]em!

Eu sempre assumi a minha extrema ignor|ancia em termos de inform]atica, mas ainda sei como se acentuam as palavras e como se pontuam as frases...

Bom, esque;amos esta estranh]issima particularidade e tom|emo/la por efeitos especiais!

Este post surge como @uma esp]ecie de despedida@ . }E magnifico assistir a esta metamorfose das aspas em arrobas e dos acentos agudos em chavetas! Deixem c]a ver ... olha um parentesis recto, desta vez!

Bem, n\ao sei exactamente o dia em que me v\ao cortar o acesso }a internet, mas a partir de amanh\a, tudo pode acontecer...por isso, e porque desta vez n\ao h]a sacrif]icio que me valha e n\ao posso, n\ao quero, nem devo aceitar mais ajudas, achei por bem despedir/me publicamente. Porque voc|es foram verdadeiramente amigos, porque se empenharam para que eu pudesse continuar a teclar e porque eu me empenhei em pagar/vos em sonetos... e n\ao fa;o ideia de quantos dias me restam para continuar a proceder ao pagamento.

Talvez hoje ainda nas;a um soneto, no poetaporkedeusker, talvez ainda d|e para acabar a Coroa... n\ao sei.

Por agora e, porque amanh\a posso n\ao conseguir, deixo/vos o meu ABRA:O DE COMETA ... aquele abra;o que era o nosso abra;o secreto, h]a muitos anos atr]as, entre a Maria Jo\ao e o Ant]onio de Sousa.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.