Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mumbles

mumbles

Na Caixa de Correio, inacessível

Por obra seja lá de quem o for,

Reside o que p`ra mim tem mas valor:

A vossa opinião, meu combustível...

 

Na Caixa de Correio é bem possível

Estar alguém que me escreva com calor...

Alguém que entenda todo o estranho ardor

Que assim me torna incauta e previsível,

 

Pois tê-la inacessível é pior

Do que perder na vida um grande amor!

Isto até vos parece inconcebível

 

E, no entanto, eu dei o meu melhor...

Mas aposto no riso e não na dor!

É a rir que ultrapasso este impossível!

 

 

Porque hoje parece ser dia do Soneto-Brincalhão...

 

Imagem retirada da internet

 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.