Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mumbles

mumbles

Foram abandonadas nove vidas

Na aridez de uma serra milenar

Que é bela mas que não lhes pode dar

O consolo da água e da comida...

 

A Arrábida chorou, sentiu-se ferida

Por esses pobres cães que estão sem lar

E pede a quem os possa ir ajudar,

A quem os cuide, a quem lhes dê guarida:

 

- Nove seres indefesos, vitimados

Por quem um dia amaram com fervor,

Ao abandono, sem terem abrigo...

 

Venham buscá-los, dar-lhes os cuidados

Que eles merecem, dar-lhes esse amor

Que só lhes pode dar um grande amigo...

 

 NOTA - Este soneto corresponde a uma situação infelizmente bem real. Por favor visitem http://prosa-poetica.blogs.sapo.pt/

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.