Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mumbles

mumbles

 

 

 

 

 

 

 

Na passada quinta-feira, 20 de Maio, e em mais um protesto contra a realização de touradas na capital de Portugal, três activistas da ANIMAL dispuseram-se a simbolizar aquilo por que os touros passam durante o miserável espectáculo, enquanto uma centena de outras/os activistas se mantiveram em silêncio, empunhando cartazes com slogans contra as touradas e pela defesa dos direitos dos animais. Esta forma de sensibilização da comunidade, que é ao mesmo tempo uma acção de protesto contra o horror que é a tauromaquia, é tão importante quanto o trabalho político, judicial ou outros que possam ser levados a cabo pela ANIMAL. Agradecemos, portanto, a cada activista que se dispõe a participar e apoiar estas acções, não duvidando da sua importância. O seu contributo tem um valor inestimável.
 
Importa deixar claro que, seja no âmbito das acções da ANIMAL, no contexto das actividades de qualquer outra organização ou partindo apenas da sua directa iniciativa pessoal, algo de que os animais desesperadamente precisam é que fale por eles, que ajude a representá-los, a denunciar os males que os afectam, a apontar as razões que fazem com que esses males não sejam aceitáveis e a apresentar as soluções e alternativas para esses problemas. Desde o activismo na Internet, participando em protestos por e-mail e lançando, divulgando e participando em petições electrónicas válidas, ao activismo de rua, através da distribuição de panfletos, da organização e/ou participação em acções de protesto e alerta, da promoção de bancas informativas em lugares públicos, das acções de educação em escolas, das palestras  em  salas de acesso público, etc., todas estas são formas fundamentais de activismo, integradas no melhor modelo de participação cívica que as grandes causas éticas exigem e têm apresentado – como acontece na defesa dos direitos humanos e cívicos, por exemplo. 
 
Importa também salientar que, enquanto muitas vezes, por motivos estratégicos, a ANIMAL tem que focar os seus esforços, em apenas uma ou duas campanhas centrais, e, dentro destas, tem que ir promovendo as suas diferentes fases e tudo o que estas implicam, haverá outro tipo de iniciativas, relativas a questões fora do âmbito destas mesmas campanhas, que não conseguiremos desenvolver. Nestes casos, a ANIMAL espera que, quem sinta a motivação para levar a cabo alguma iniciativa que tenha por fim beneficiar animais (e que não possa, nesse momento, ser desencadeada pela ANIMAL), chame a si mesmo esse trabalho e que avance com essa mesma iniciativa – se decidir fazê-lo, por favor contacte a ANIMAL, pois gostaremos de saber dessa iniciativa e, eventualmente, ajudar a que se concretize: info@animal.org.pt.

 

 

Divulgação da ANIMAL


 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.