Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010
SE O POETA ESTÁ EM GREVE...

... O MUMBLES GARANTE OS SERVIÇOS MÍNIMOS NAS SITUAÇÕES DE EMERGÊNCIA...

 

 

FADO SEM GENTE - ao cão vadio capturado

 

 

Fado liberto,

Fado que quase se evade

Se recorda a liberdade,

Ali, tão perto…


Selvagem, moldado a esmo

Por invernias, por estios,

Inventando-se a si mesmo

Na foz de todos os rios!


Fado já triste

Por ter perdido a vontade

De uivar a sua verdade

Que ninguém ouve… e desiste

 


Fado sem glória e sem nome,

Que se não pode chamar,

Sem mão que o afague e dome

Ou que o queira libertar

 


Fado sozinho,

Com frio, com fome, assustado,

Sumariamente julgado

Sem ter culpa e sem caminho…

 


Fado sem eira nem beira,

Sem guitarra que o abrace,

Cão sem ter dono e coleira

À espera de um desenlace

 


Fado inocente,

Prisioneiro indefensável

Da indiferença inegável

De tanta gente!

 

 

 


Maria João Brito de Sousa – 23.11.2010 – 19.08h

 

 

 

 

Vá a  http://www.facebook.com/pages/ANIMAL/153439512953 e participe da manifestação de sexta feira dia 26, por um mundo em que todos possamos

ter o direito de usar a nossa própria pele.



I mumble because I feel:

publicado por Maria João Brito de Sousa às 14:35
link do post | mumble too! | How we mumbled:

4 comentários:
De a 24 de Novembro de 2010 às 16:49
Que lindo poema Jo, e que triste fado o deles.
Beijinhos


De Maria João Brito de Sousa a 24 de Novembro de 2010 às 17:21
Olá, Fá! Acho que acabo de ser tocada por um "milagrezinho"... o CSO estava com muitos utentes e eu tive de ceder o computador que estava a utilizar, depois resolvi vir tentar aceder do Centro Social Paroquial e, quando entrei, a mãe de uma das crianças de cá tinha nas mãos um cachorrinho bebé que acabara de adoptar... sei que eles nos entendem e sabem conhecer aqueles que gostam mesmo deles, mas a verdade é que, quando me aproximei para o ver bem, o cachorrinho me olhou como se sempre me tivesse conhecido e encheu-me a cara de beijinhos! Ganhei o meu dia! Sinto-me tão feliz hoje!
Abraço grande, grande!


De linhaseletras a 27 de Novembro de 2010 às 22:18
É realmente um triste fado aquilo que alguns animais passam, mas se eles soubessem compreender este poema iam ficar muito contentes por saber que ainda há muita gente que se preocupa com eles, e lhes dedica poemas.
Um grande abraço


De Maria João Brito de Sousa a 29 de Novembro de 2010 às 11:33
Olá, Idalina! Sabe que, às vezes, fico com o coração apertadinho quando venho até aqui e vejo tantos dos meus amigos que já partiram? Foi a Lupa, a E.T., o Spirit, A Angel, a Hope...o Kico, esta noite, voltou a perder a capacidade de andar e eu pensei que era desta... mas ainda não foi! Deve ser o cãozinho mais rijo do mundo inteiro! Quando saí de casa, já andava outra vez. Muito torto, meio a cair, mas andava!
Eles são grandes amigos, capazes de uma dedicação espantosa... mal de mim se não soubesse cantar por eles e para eles!
Obrigada e que tenha uma semana muito inspirada! :)


Comentar post

See how I mumble...
Look for mumbles
 
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


My last mumbles...

TODOS NÓS, SERES DE DIREI...

MARCHA PELOS DIREITOS DOS...

BLOG EM GREVE

COMUNICADO DA ASSOCIAÇÃO ...

BASE DE DADOS DE APOIO AO...

TOURADAS NA TELEVISÃO? NÃ...

CORDÃO HUMANO CONTRA AS T...

LANÇAMENTO DO LIVRO "PEQU...

MARCHA ANIMAL - 14 de Abr...

GREVE GERAL!

every single mumble

Junho 2013

Abril 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Abril 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Those who make me mumble

OBITUÁRIO

CONCEBO CARTAZES

"STACCATO"

Momento Poético - 89

LEITURAS CIRCULARES DE UM...

...MEU TEJO, MEU TEJO...

Diversidades | Faróis Con...

ERA UMA VEZ....

CROCÂNCIAS & TEXTURAS

QUATRO SONETILHOS A CATAR...

links
why I mumble
MUMBLES
Whenever it might be needed!
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds