Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mumbles

mumbles

02 Jul, 2008

O APRENDIZ

 
 
 
Aprendiz eterno de ti sou eu
Outrora perdido na minha vida
De barreiras inquebráveis construída
Onde nenhum sonho sequer nasceu

O que digo eu a quem me renasceu
Feitiço divino, foi a minha sina
Da pedra se fez água cristalina
Que no coração o gelo derreteu

Sei que foi o teu lindo e doce sorriso
Que me fez crescer e perder o juízo
Para te pedir somente o teu nome

E foi assim sem dó nem sequer aviso
Que vi que este chão que hoje eu piso
Deixou de ser só um simples pronome
 
.
Jangadadecanela - Luís
 
 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.