Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009
CABOS, CASAS E CAUSAS...

Envie-nos os cabos eléctricos que não utiliza.

Passe esta mensagem aos amigos e empresas

 

Veja o vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=yAX1jqw-nQE



A Abraço está a reconstruir a Casa Ser Criança, e todos podem ajudar, através do envio de cabos eléctricos que já não são utilizados e que podem ser reciclados.

 

Que tipo de Cabos?

Todos; telefone, computador, etc;

 

Como ajudar?

Indo a uma estação dos CTT, pede uma embalagem solidária, coloca os cabos e selecciona a Abraço de entre as várias Instituições, e os CTT fazem-nos chegar a caixa gratuitamente;

 

OU

Indo a um Centro Comercial Dolce Vita, e colocando os Cabos nas Casas Depósito;

 

Ainda

Reenviando este email aos amigos, ou promovendo recolhas.

  

 A Abraço agradece!!!

 Mais informações:
www.abraco.pt/casasercrianca

 Tel:217997500

 Ligue-se a esta causa!!!! 

 


I mumble because I feel:

publicado por Maria João Brito de Sousa às 15:30
link do post | mumble too! | How we mumbled:

Sábado, 28 de Fevereiro de 2009
UM DIA...

A quantos imaginem – e garanto que os há! – que abrigar e tratar, num T1, de catorze animais de diferentes espécies e ter um blog com muito movimento, não dá trabalho, gostaria de sugerir que pensassem um pouco. Ou sentissem. A mim é-me indiferente.

Outros imaginarão que tratar de catorze animais e ter um blog – cinco, no meu caso – funciona como um somatório de tarefas. Nem pouco mais ou menos. Acreditar e pôr em prática os direitos dos animais gera um trabalho que cresce exponencialmente e não confere um único dia de interrupção, à boa maneira da tradição judaico-cristã.

Quem, sem máscaras, tenha optado por pôr em prática o mandamento de amar o próximo e entenda, como eu entendo, que “o próximo” é todo e qualquer ser vivo, terá de empenhar-se de corpo e alma. Não existem  “meias-tintas” numa causa, quando ela é levada a sério. Os limites daquilo em que eu acredito estão, exactamente, na minha resistência física.

É evidente – para mim é evidente… - que procuro gerir o meu tempo de forma mais ou menos racional e guardo comigo alguns resquícios de saudável egoísmo. Não mais do que isso.

Quem fizer esta opção estará a ter, como “materiais de construção”, forças que dispensam, pela sua tremenda grandeza, a grande e todo-poderosa razão. A Vida e o Amor.

Um dia talvez vos tente explicar que os animais interagem e criam dinâmicas que nem sempre são susceptíveis de uma fria racionalização.

Um dia…

 


I mumble because I feel:

publicado por Maria João Brito de Sousa às 00:58
link do post | mumble too! | Ear my mumbles (6) | How we mumbled:

See how I mumble...
Look for mumbles
 
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


My last mumbles...

CABOS, CASAS E CAUSAS...

UM DIA...

every single mumble

Junho 2013

Abril 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Abril 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Those who make me mumble

O Futuro morre na praia!

M de MULHER

CAVALOS-DE-TRÓIA

O pior cão do mundo

O RESTAURADOR DE CONCEITO...

OBITUÁRIO

CONCEBO CARTAZES

"STACCATO"

Momento Poético - 89

LEITURAS CIRCULARES DE UM...

links
why I mumble
MUMBLES
Whenever it might be needed!
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds